Teste de vibração em solo

A simulação virtual acelerou dramaticamente o processo de desenvolvimento geral da aeronave.

Ask an Expert

A simulação virtual acelerou dramaticamente o processo de desenvolvimento geral da aeronave. No entanto, os testes físicos continuam a ser uma contibuição crítica tanto para a validação do modelo como para a compreensão das características estruturais dos novos materiais e processos de fabricação.

Testes de vibração da aeronave em solo (GVT) é usado para determinar os parâmetros modais da aeronave completa e é normalmente realizado muito tarde no processo de desenvolvimento. O resultado é usado para atualizar os modelos analíticos da aeronave’s para prever os limites de flutter (combinações de altitude e velocidade) e estabelecer um envelope de vôo seguro antes do primeiro vôo de teste. Após os vôos de teste, os modelos analíticos são atualizados, os cálculos finais de flutter feitos, e a aeronave obtém sua certificação de aeronavegabilidade.

GVT é obrigatório para novas aeronaves e para as aeronaves existentes que passam por modificações.

Sistema sugerido

Vista geral do sistema de teste de vibração em solo

Um sistema GVT típico consiste em sistemas de excitadores modais, acelerômetros modais e hardware de aquisição de dados LAN-XI. As medições e o pós-processamento são realizados com software BK Connect®. A geometria do teste é definida com base em um modelo de Elemento Finito (FE) do objeto de teste. O modelo FE também fornece a base para uma análise de pré-teste para definir DOFs de excitação e resposta (Degrees-Of-Freedom), e para investigação dos modos alvo.

Este sistema é escalável, dependendo do tamanho do objeto de teste, e especialmente para objetos maiores, o hardware de aquisição de dados LAN-XI pode ser distribuído, para minimizar o cabeamento.

Video: Watch NASA perform Ground Vibration Testing with BK Connect